Que maravilha a minha Jenny salta, pula, até parece que não fez fractura da bacia. Estou muito grata ao Vianna Hospit...
Sofia Resende

Pseudo Quisto Perirrenal Felino


Resumo


Acidente em gatos é uma situação muito frequente. Chegam a fazer quedas de alturas elevadas e apresentam pequenas lesões. O nosso paciente foi avaliado nesse pressuposto. Não sofreu lesão grave foi o nosso veredicto inicial. Passados alguns dias verificamos que tínhamos subestimado o diagnóstico e que efectivamente apresentava uma lesão grave a nível do rim direito. Concretamente estava a fazer um hematoma a nível do rim.
 

Anamnese

Um gato com a idade de 7 meses, raça europeia, não castrado veio à clinica por  diminuição do apetite 3 dias após a queda do 2º andar de um prédio. Não tinha vacinas. Ficou em OBS 10 horas na clinica. O estado geral era aparentemente normal. Não havia sinais de fracturas, luxações, nem lesões musculares graves. O único sintoma era falta de apetite. Foi feita uma desparasitação e receitamos um complexo vitaminico e foi de regresso a casa. Após 8 dias regressa à clinica com um quadro clinico mais grave: vómito amarelado; anorexia; prostração; dor abdominal à palpação e mucosas pálidas.
 


 

Exame Clinico

Estado geral mau: desidratação, apatia e ligeiramente magro.
Temperatura rectal normal.
Auscultação cardíaca e pulmonar não revelaram nenhuma anomalia particular. Em contrapartida detectamos uma massa enorme ligeiramente flutuante a nível do rim direito, apresentando reacção dolorosa.

Exames Complementares


Hemograma: valores alterados para um HCT – baixo – ligeira anemia.


Radiografia: uma imagem de uma renomegália unilateral direita.


Ecografia: Rim dirtº, Cortex e medula hiperecogenicos envoltos por liquido hipoecogenico intracapsular.


A  imagem é de um pseudo quisto perirrenal felino. Há acumulação de líquidos a envolver toda a cápsula mantendo  intacta a estrutura renal.

 

Cirurgia: Laparotomia

Anestesia geral – Premedicação: Ketamina 3 mg/Kg + Xilazina 0,3 mg/Kg IM. Indução: Ketamina 10 mg/Kg + Diazepam 0,2 mg/Kg IV. Manutenção: Intubação Traqueal para administração de O2 e Isoflurano a 1,6%.  Soroterapia – Ringer lactado.
 

Após abordagem ventral clássica pela linha branca, descobrimos uma massa enorme cor vermelho escuro envolvendo todo o rim direito. Esta massa exercia uma ligeira compressão sobre os intestinos e estava a envolver o epiplon por aderências. Por dissecação libertamos essa formação flutuante das suas aderências o que nos permitiu fazer uma incisão sobre a cápsula renal. Detectamos a presença de líquido de natureza transudado hemorrágico com vários coágulos sanguíneos entre a cápsula e o rim. O aspecto era efectivamente de um enorme hematoma. Após a rececção da cápsula verificamos que o rim apresentava alterações na sua estrutura pelo que optamos por uma nefrectomia. Concluimos tratar-se de uma lesão pós traumática provocada pela queda do 2º andar de prédio.


 
 

Laparotomia

Aderências

Aspiração dos líquidos

Aspiração dos líquidos

     

Tratamento:

Antibiótico –  Amoxicilina/Clavulanico 12,5/Kg 12/12 horas (synulox.) e complexo vitaminico.
 

Evolução:

A evolução foi satisfatória e ao fim de 12 dias foram retirados os pontos da laparotomia.
 

Discussão

A imagem da Ecografia foi determinante. A renomegalia resultante da hemorragia intracapsular confirmou o diagnóstico de um Pseudoquisto Perirrenal Felino por causa traumática.

 

 
 
Vianna Hospital Veterinario. Todos os direitos reservados. - Política de Privacidade